16 de dez de 2015

Projeto Interdisciplinar Grafite 2015




No dia 11 de dezembro de 2015, ocorreu o a grafitagem do Projeto Interdisciplinar Grafite 2015, em que os alunos tiveram o oportunidade de se expressar a partir da arte em painéis.

II MIC (Mostras Interdisciplinar de Curtas) Wolfram 2015

No dia nove de novembro de  2015, no Centro Municipal de Cultura em Novo Hamburgo, ocorreu a II MIC (Mostra Interdisciplinar de Curtas) Wolfram 2015,  em que o projeto teve por objetivo possibilitar aos jovens estudantes aprendizagens diferenciadas a partir de leituras realizadas nas aulas de língua portuguesa e construção de um roteiro de um curta-metragem; além disso, os discentes tiveram a oportunidade de ir além do espaço escolar, para a realização da gravação desses curtas. A culminância  do projeto Das Páginas para as Câmeras, foi proporcionar aos jovens uma tarde de cinema em um espaço cultural, onde os estudantes pudessem ter seus trabalhos prestigiados e avaliados por profissionais do cinema, professores e representes da Secretaria de Educação de Novo Hamburgo.

2 de jun de 2015

Novas atividades!

             Sabemos que atualmente, ler e escrever muitas vezes se torna um desafio em sala de aula. Participar ativamente destes processos é uma das oportunidades propiciadas pelo PIBID. Ao iniciarmos as atividades previstas nos projetos montados pelo grupo e supervisora, nos deparamos com situações variadas. Nem sempre o esperado  ocorre, o que também proporciona crescimento pessoal e profissional

            As ações contempladas durante as aulas sobre a tipologia textual dissertativa argumentativa, na qual trabalhamos o gênero textual artigo de opinião foram variadas. Fizemos o Jogo da Argumentação, momento em que os alunos puderam argumentar oralmente e em grupo sobre temas variados. Este jogo faz parte da coleção Olimpíadas da Língua Portuguesa Q. P. Brasil, alguns temas foram anexados, além dos constantes no jogo, temas estes surgidos nas situações vivenciadas em sala. Houve também a leitura de exemplos do gênero textual como textos de Piangers e  Tulio Milmann. Através dos quais identificamos, junto com os alunos marcas linguísticas que enriquecem e qualificam a produção. Do mesmo modo, assinalarmos elementos componentes  componentes do gênero , tais como: tese, argumentos, conclusão, contextualização.
                A escrita em processo foi uma experiência vivenciada pela primeira vez, tanto para os alunos quanto para alguns bolsistas. O resultado desta caminhada foi bastante rico, vários alunos fizeram comentários positivos, outros sentiram e expressaram as lacunas existentes com relação a leitura e escrita.
                Anexamos alguns textos não  como modelo ideal ou de opinião, mas como espaço de valorização das produções dos alunos. Influenciados pelo prazer que observamos  neles ao produzirem em forma de artigo de opinião suas ideias sobre determinados assuntos. Compartilhamos a nossa satisfação, nossa alegria, além da constatação de que ler e escrever é possível, se tiver sentido, se for estimulado adequadamente.



Poema

Júlia Weimer turma 103


Que saudade
Que sentimento ruim
A saudade é uma dor
Uma dor tão grande
Esta saudade é de você
Você faz tanta falta
Quero ver você
Matar esta saudade
Matar isto que está me matando
E só você pode matar
Quero tanto seu abraço
Quero tanto te ver
Nunca quero ver você triste
Seu sorriso é tão lindo
Lindo demais para ser escondido
Ele é encantador
Ele que é encantador
Ele que me atraiu
Você é simplesmente
Perfeito

I love you baby

Artigo de opinião

Etapa final
Stefani Mello turma 103
                Acordar e avistar seus posters na parede já virou rotina, sorrir e pensar o quanto aquilo é estúpido já é costume. Adolescência ou como eu chamo "Penúltima etapa". A etapa mais difícil ao meu ponto de vista, pois nela é onde você enfrenta as piores coisas da vida, começando pelo simples fato de ser uma transição entre os mundos, do mundo infantil ao adulto.  Seria mais fácil se essa etapa não existisse , pense bem, não seria mais fácil se logo amadurecesse? Pulando a etapa melancólica, mas não é, assim que funciona. Nós somos obrigados a aguentar essa maldita transição por anos, nem todos sabem que deviam amadurecer e ser responsável.
                Para uma garota no mínimo essa etapa é a pior. Eu acredito que seja, pois chega a etapa dos amores platônicos, quais você se nega a aceitar. Um deles aparece enquanto passava os canais com o controle remoto e acidentalmente parou num canal musical e lá estavam eles na sua espera, uma banda que usava alguma roupa colorida e com uma música boba, mas com ritmo dançante, isso te fascina, em poucos meses você já tem músicas deles, seu favorito, e a música que parece que foi feita sob medida. Então seu cérebro te confunde liberando sensações desconhecidas, as mesmas que você pensa ser "amor".
                Em pouco tempo você já se entregou de bandeja a esse mundo, mas ele não é muito duferente do infantil. Terá aquela bruxa má do oeste que será sua professora ou até mesmo sua mãe, terá aquele cachorro da Dorothy que será seu melhor amigo, ou alguém que adora tanto. Terá seu príncipe que será aquele ator de televisão no qual você já assumiu ter uma suposta "quedinha" ou pode ser o menino bonito que viu no shopping. Agora você acorda, não vê mais seus posters na sua parede e sim vê quadros, porta retratos na verdade.
                No lugar de sorrisos "falsos" e um bom efeito de photoshop, há sorrisos verdadeiros, e um efeito espontâneo do sol. Sua cama não é mais de solteiro e sim de casal, você não divide ela com suas bonecas de infância, e sim com seu marido. De repente vem uma garotinha alegre, pula na cama e diz:
-Bom dia mamãe! Ei parabéns! Você aguentou até a última etapa.


Artigo de opinião

O panelaço da educação
Thomáz turma 103
                Hoje, no Brasil, está havendo muitas paralisações por parte dos professores, por que eles procuram por condições melhores de trabalho, principalmente, para escolas públicas estaduais que tem que, virar-se com verbas que pais ou alunos dão para a escola. A maioria das escolas não ganham metade da verba prometida pelos políticos.
                Falando em políticos, eles não se preocupam com a educação, por que é melhor uma sociedade que se preocupa apenas com o bolsa família, algo que os sustentem do que procurar estudar para ter uma boa oferta de emprego. Eles preferem ser sustentados por um governo corrupto que vai continuar no poder até a população ter uma atitude como a dos professores que lutam por um futuro e pela população brasileira.
                Acho que a atitude dos professores está totalmente correta por que eles deveriam ser tratados com maior importância, ao invés de tratar eles como só alguém que vai cuidar de seus filhos, enquanto você trabalha. São eles que vão transformar as crianças em adultos conscientes, prontos para a sociedade, mas isso só vai acontecer quando os professores, quem ensina, quem os transforma em pessoas de bom caráter, forem respeitados e admirados como educadores, que já deveria acontecer, mas não é essa a realidade do Brasil, a terra do samba, do futebol e da maior quantidade de políticos corruptos por metro quadrado.

Artigo de opinião



Greve dos professores
Fernanda Jrabske turma 103

                Muitos acreditam que a greve dos professores municipais de Novo Hamburgo acontecem somente por causa do salário baixo, mas é aí que se enganam. As pessoas acham errado eles que tanto acreditam na educação, saírem das escolas para protestar. Mas, o que poucos sabem é que eles protestam justo por isso: por acreditarem que a educação pode mudar o futuro, por terem esperança de viver em um país melhor, por que a mudança começa na escola.
                Atualmente, a política vem influenciando muito nos métodos de ensino: professores ensinam coisas que não estudaram, projetos tiram período de matemática, português e artes, muitas coisas erradas acontecem e nós nem sabemos. A educação pode mudar nosso país, pois precisa melhorar. Por isso concordo com a greve dos professores.

14 de abr de 2015

Estamos aplicando a "Oficina Dicionário: um aliado!" ela tem como principais objetivos: desenvolver o vocabulário dos alunos, reconhecer o dicionário com toda a sua possibilidade de utilização e fazer com que os alunos apliquem novos conhecimentos nos textos a serem desenvolvidos.
Vamos ler? Olhem nossa mala aí repleta de livro que vocês irão adorar! A professora Niara, juntamente com os bolsistas do Pibid de Letras, estão passando nas turmas distribuindo livros para a realização do projeto MIC 2015!